Ato trabalhista

A atual gestão reduziu de 127 para 32 o número de ações trabalhistas com ingresso no triênio, sendo que a maioria dessas está relacionada a contratações da gestão anterior. Mais de R$ 28 milhões de passivo trabalhista foram pagos e, mesmo assim, o passivo atual está próximo dos R$ 50 milhões, fato, que, associado às perdas de receitas na pandemia, criaram a necessidade e cenário para que, após grande esforço, fosse obtido o Ato Trabalhista, cujo cumprimento na próxima gestão é essencial.