Cuidado com o patrimônio

Um clube como o Coritiba exige muitos cuidados em diversas áreas que, por muitas vezes, não são vistas pela grande maioria de nossa torcida, mas são fundamentais para a performance em campo.

Há três anos o clube estava com a estrutura sucateada e muito defasada frente aos demais clubes brasileiros. O resultado disso? O rebaixamento de 2017 e diversos insucessos nas categorias de base.

ANTES – Academia das categorias de base com aparelhos sucateados.
DEPOIS – Academia das categorias de base inteiramente reformulada.
ANTES – Espaço ocioso no Couto Pereira.
DEPOIS – Ampliação do espaço físico para comportar uma expansão na academia.
ANTES – Acesso às arquibancadas praticamente abandonado.
DEPOIS – Acessos reformados e cumprindo todas as normas de segurança.
ANTES – Curva da Mauá com cadeiras sucateadas e desconfortáveis.
DEPOIS – Restauração do concreto e regresso às cores originais.
ANTES – Obra inacabada.
DEPOIS – Revestimento das estruturas da arquibancada.
ANTES – Espaço ocioso no CT.
DEPOIS – Construção de campo auxiliar no CT.
ANTES – Estádio praticamente abandonado.
DEPOIS – Estádio revitalizado através de parcerias e com custo baixíssimo para o clube.
ANTES – Acesso ao gramado completamente abandonado.
DEPOIS – Acesso revitalizado e seguro para atletas e comissões técnicas.
ANTES – Vestiário da base no CT da Graciosa.
DEPOIS – Valorização dos atletas da base através da reforma do vestiário.
ANTES – Túnel de acesso ao gramado não condizente com um clube de série A.
DEPOIS – Túnel remodelado e similar ao dos estádios padrão FIFA.